Ashtanga Vinyasa Yoga

É um método dinâmico, rígido e exigente de praticar asanas, utilizando as posturas tradicionais do hatha yoga numa seqüência sem intervalos gerando fluidez.
A pratica é uma combinação entre a respiração e o movimento dos asanas (vinyasa). A respiração é a parte mais importante desse método, ela conecta ásana a asana dando origem as séries.
Essas seqüências de ásanas unem flexibilidade, força, firmeza e relaxamento.

O Ashtanga está dividido em seis séries diferentes:

1ª) série _ (yoga Chikitsa) Desintoxica e alinha o corpo.

2ª)  Intermediária _ (Nadi Shodhana) Purifica o sistema nervoso.

3ª)  4ª/ 5ª e  6ª _  Avançada A, B,C e D _ (Sthira Bhaga) Integra a força com o refinamento e a sutileza na prática.

São usadas seguintes técnicas neste método:

Mula Bandha  (trava da raiz) _ Bhandas (trava)

São contrações em determinadas regiões do corpo, que funcionam para ativar e direcionar a energia no corpo e também para potencializar as práticas do Pranayama.

É a contração dos esfíncteres do ânus e da uretra. Deve contrair e elevar toda a musculatura urogenital e os glúteos.
O mula bhanda ativa o muladhara chakra, aumenta a irrigação sanguínea na região pélvica, ajuda no controle do orgasmo, aumenta a potência sexual, evita continência urinária.

Uddiyana Bandha (voar para o auto)

Deve-se contrair a musculatura abdominal e elevá-la (no método do Ashtanga, principalmente do umbigo para baixo até a região pubiana).

No Gheranda Samhita (3.10s) é descrito da seguinte forma:

“Contraia o abdômem abaixo e acima do umbigo e em direção as costas. Com isso o ‘Grande pássaro’ a foca vital (prana), é forçado a ‘voar para cima’ (Uddiyana), ou seja, subir pelo canal central (sushumna Nadi).
Esta técnica tonifica os órgãos abdominais, ajuda no movimento peristáltico, harmoniza as funções gástricas, elimina toxinas e ajuda nas disfunções dos aparelhos digestivo e excretor.”

Ujjayi Pranayama (Respiração vitoriosa) _ Ujjayi significa vitorioso.

Essa é uma técnica específica de respiração, que é muito marcante por produzir um ruído forte.  O som produzido durante essa respiração se dá, devido ao fechamento parcial da Glote, esse som deve manter-se sempre num ritmo uniforme.
Esta respiração ajuda a estimular as glândulas endócrinas e tem um efeito particularmente poderoso sobre a tiróide.  A respiração Ujjayi é um dos fatores responsáveis pelo aquecimento da temperatura corporal durante a prática.

Drishtis  (olhar fixo) _ Contração dos quadríceps,

Durante a prática do Ashtanga Vinyasa Yoga direcionamos o olhar para um ponto variando de acordo com as posturas. Isso ajuda a manter a atenção na pratica evitando a dispersão da mente, auxiliando dessa forma uma melhor vivência do asana. Deve ser feita sem exageros.

Nava Drishtis

  • Nasagra- na ponta do nariz
  • Bhrumadhya- entre as sombrancelhas
  • Nabi-  no umbigo
  • Hastagri- na mão
  • Padayoragrai- no dedo do pé
  • Parshva>

Para os lados por cima dos ombros

  • Parshva >
  • Urdhvana ou Antara- para o alto
  • Angustha Madhyai- dedo polegar

Benefícios:

  • Desintoxicar e fortalecer o corpo
  • Aumentar a força muscular
  • Aumentar a flexibilidade
  • Aumentar o fluxo da energia vital no sistema nervoso
  • Regular e harmonizar o metabolismo
  • Treinar os pulmões a usar sua capacidade máxima melhorando assim a circulação do oxigênio nas células de todo o corpo.
  • Retardar a degeneração celular, promovendo a jovialidade e a longevidade.
  • Melhorar a circulação sanguínea, levando o sangue nas partes mais debilitadas.
  • Acelera a velocidade e absorção dos alimentos, melhorando as funções digestivas.
  • Disciplina a mente
  • Melhora a qualidade do sono, combatendo a insônia.
  • Diminui a fadiga

Aumenta o poder do raciocínio também melhorando o humor.